Edição 100
10 Anos
Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Aplicativos
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Terça-feira, 21/11/2017
Siga-nos:
CLIPPINGS
Categoria: Exportação

Brasília, DF, 12/07/2017 |

Três frigoríficos da Seara e um da BRF têm exportação à UE suspensa



O Ministério da Agricultura suspendeu temporariamente a exportação de carne de frango à União Europeia de três abatedouros da Seara — subsidiária da JBS — e uma de unidade da BRF.

Também tiveram uma planta suspensa de vender ao bloco europeu as cooperativas Copacol, Lar, C. Vale, e as companhias Avenorte e Zancheta.

As medidas adotadas pelo Ministério da Agricultura ocorreram após a União Europeia realizar diversas notificações relacionadas à carne de frango produzida nessas nove unidades. A principal inconformidade diz respeito à detecção da bactéria salmonela.

As unidades da JBS que tiveram as vendas para o bloco europeu suspensas estão localizadas em Sidrolândia (MS), Rolândia (PR) e Nuporanga (SP). No caso da BRF, o frigorífico suspenso fica em Uberlândia (MG). Trata-se de uma das principais unidades  da companhia, que lidera a exportação de carne de frango no país.

No caso da Copacol, o abatedouro suspenso está localizado Cafelândia (PR). A unidade da Lar fica em Matelândia (PR); a da Avenorte, em Cianorte (PR), a da C. Vale, em Palotina (PR), e a da Zancheta, em Boituva (SP). Antes da suspensão, 54 frigoríficos de carne de frango do Brasil estavam autorizados à exportara para a União Europeia.

Procurada, a JBS informou que "estão sendo tomadas providências para que as exportações sejam retomadas o mais rapidamente possível". A BRF informou que a unidade de Uberlândia teve as vendas para os europeus suspensas em 16 de junho. "A BRF reafirma seu compromisso com a segurança e a qualidade dos produtos dessa unidade, que continuam sendo comercializados normalmente nos demais mercados para os quais ela está habilitada", disse a empresa, em nota enviada pela assessoria de imprensa.



Fonte: Valor Econômico
Autor: Luiz Henrique Mendes e Cristiano Zaia



Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!




CLIPPINGS MAIS LIDOS
5 dias
30 dias
ÚLTIMOS CLIPPINGS











NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: