Edição 100
10 Anos
Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Aplicativos
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Sexta-feira, 15/12/2017
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Procedimentos de importação e exportação do VIGIAGRO




Campinas, 05/12/2017 | 10:11

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Na sexta-feira, 1º de dezembro, o Ministério da Agricultura utilizou quase 30 das 180 páginas da primeira edição exclusivamente digital do Diário Oficial da União (deixou de ser impresso após 155 anos) para publicar a Instrução Normativa (IN) nº 39, de 27 de novembro de 2017, que aprovou o funcionamento do “Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (VIGIAGRO), suas regras e os procedimentos técnicos, administrativos e operacionais de controle e fiscalização executados nas operações de comércio e trânsito internacional de produtos de interesse agropecuário”.

Destacando que as ações do VIGIAGRO serão “mais simples e seguras”, no “release” divulgado o MAPA traz o depoimento do Coordenador Geral do Sistema, Auditor Fiscal Agropecuário Fernando Mendes, para quem “a Instrução Normativa nº 39 é inovadora, pois estrutura princípios importantes de facilitação para o comércio, o que já era esperado pelo setor empresarial”.

Embora trate, fundamentalmente, de estruturas e ações a cargo dos órgãos oficiais, a IN também estabelece procedimentos a serem atendidos pelo setor privado a partir de 9 de abril de 2018, data em que entrará em vigor. Por essa razão, merece ser profundamente avaliada pelo empresariado de alguma forma envolvido com o comércio internacional, tanto na importação como na exportação de produtos agropecuários.

A IN vem acompanhada de mais de 50 anexos, cada um deles tratando de temas específicos. O Anexo XXXII (32), por exemplo, trata da exportação de material de multiplicação animal; o de número XXXIV (34) da exportação de produtos de origem animal; o XLVII (47) enfoca a importação de materiais de multiplicação animal. E assim por diante.

Tão importante quanto é que cada anexo vem acompanhado da relação da documentação pertinente e, ainda, da legislação e de outros atos normativos relacionados ao assunto caput do anexo. Assim, outro exemplo, na questão “importação de materiais de multiplicação animal” estão envolvidos oito diferentes dispositivos legais – três decretos (de 1934, 1991 e 2006), uma portaria (de 1970) e quatro instruções normativas (de 2004, 2008, 2009 e 2014).

Clique aqui para acessar, a partir da página 5 da primeira edição exclusivamente digital do DOU (1º de dezembro de 2017), a íntegra da Instrução Normativa nº 39.

Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!






NOTÍCIAS RELACIONADAS

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS











NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: