Edição 100
10 Anos
Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Aplicativos
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Sexta-feira, 17/11/2017
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Seminário paulista de Atualização sobre Influenza Aviária destaca importância da biosseguridade no processo avícola




Campinas, 12/04/2017 | 10:30

Fonte: AviSite | Autor: Redação

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a Associação Paulista de Avicultura (APA), o Instituto Ovos Brasil (IOB), a Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e a Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) realizaram ontem na sede do Instituto Agronômico de Campinas (SP) o “Seminário paulista de atualização sobre Influenza Aviária”.

Foram realizadas palestras sobre as implicações de mercado dos recentes surtos de Influenza Aviária na Europa, Ásia e África, os surtos da doença nos Estados Unidos em 2014 e 2015 e o que tem sido feito para evitar que isso se repita no futuro, além da situação da Influenza Aviária nas aviculturas industrial e familiar nos países asiáticos.

O Secretário de Agricultura de São Paulo Arnaldo Jardim destacou na abertura do evento o esforço que o estado vem fazendo para proteger seu plantel. “Para o governo a sanidade avícola é prioridade. Vamos sanear o que possa comprometê-la e reitero que temos muito orgulho dos rígidos critérios adotados para manutenção do status de nossa avicultura”, disse.

Para o titular da Pasta, a integração vai ao encontro das diretrizes do governador Geraldo Alckmin, que se preocupa com o papel estratégico que a avicultura de postura e a de corte desempenham no Estado. “O setor é hoje supridor de proteína de qualidade, fundamental à alimentação saudável da população, mas é também decisivo na geração de empregos e mobilização de recursos, abrindo um cenário de oportunidades para o Brasil no mercado internacional”, avaliou.

Conforme ressaltou o presidente da APA, Érico Pozzer, o elevado status sanitário paulista e brasileiro foi responsável por evitar que as exportações de proteína animal fossem mais comprometidas, durante o recente episódio da Operação Carne Fraca. “Os responsáveis técnicos das empresas têm o compromisso de trabalhar incessantemente para manter a sanidade dos planteis de frangos, matrizes e poedeiras. O trabalho deve ser diuturno e esse seminário é uma boa oportunidade para buscar esse conhecimento”, afirmou.

Alberto Torres, Gerente de Exportação da Cobb-Vantress, presente ao evento, afirmou que a Influenza Aviária não aparece ‘da noite para o dia’. “É o resultado de uma série de erros, negligências e falta de critérios rígidos que comprometem toda a cadeia”, explicou. “Existem 196 países no mundo, dos quais, 77 já registraram focos de IA. Cada país deve criar seu sistema de defesa e cuidados específicos”, explicou.

Torres ainda destacou a compartimentação como fundamental para a manutenção do processo comercial entre os países. “Muitas questões que envolvem embargos às exportações não possuem relações diretas com as análises técnicas, sendo meramente políticas. Daí a importância da compartimentação para evolução mercadológica, inclusive com a separação clara entre os produtos. Pintinhos, carnes e ovos férteis, por exemplo, são produtos completamente diferentes e que não devem sofrer as mesmas sanções”, explicou e completou: “Este é um trabalho que depende de cada país. Cada um pode, e deve, fazer melhor para que a confiança entre os países não seja abalada”, disse.

Andrew Rhorer, ex-presidente do National Poultry Improvement Plan (NPIP), dos Estados Unidos, esteve presente em Campinas e detalhou todo o trabalho realizado pelo paíse diante do registro de focos da enfermidade. “A preocupação com o vírus hoje é constante e por isso os pré-acordos com os Departamentos governamentais envolvidos na cadeia avícola devem prever ações e auxiliar em casos de registro da presença do vírus”, disse. Rhorer foi acompanhado do Diretor da Cobb, Jairo Arenazio, que auxiliou os presentes com a tradução de sua palestra.

Ele ainda destacou os cuidados com o descarte das aves mortas como extremamente importante. “Nos EUA realizamos o trabalho de compostagem dentro de um sistema rígido de limpeza e desinfecção. É importante que somente sejam alojadas novas aves quando houver o menor risco possível de contaminação, com a checagem e rechecagem da biosegurança”, detalhou.

Ariel Mendes, Diretor Técnico da Associação Brasileira de Proteína Animal (APBA) avaliou como muito positiva a realização do evento. “A informação é a base de tudo. Somente com informação podemos estabelecer a importância da biossegurança na avicultura. Este é um processo que depende de todos os envolvidos para a prevenção, e o produtor, empresas e demais atores da cadeia avícola estão cada vez mais conscientes da importância dos cuidados a serem tomados”, afirmou e completou: “Em caso de negligência e descumprimento das regras rígidas que estabelecemos, todos perdem e o produtor será impactado diretamente e por isso a importância da conscientização”.
Para finalizar o evento, o setor oficial apresentou as ações de prevenção à doença desenvolvidas no Brasil pelo Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Secretaria da Agricultura de São Paulo e Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa).

Compartimentação

A utilização da compartimentação industrial - que permite que, mesmo no caso de surtos de determinadas enfermidades em um Estado ou região, a empresa compartimentada possa continuar a exportar - é uma das alternativas apontadas por especialistas internacionais para proteger a produção e exportação avícola.

No Brasil, a empresa Cobb-Vantress foi a primeira a receber o documento, emitido pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em suas unidades de Gaupiaçú, em São Paulo, e ainda em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná (leia mais aqui). “Para isso, buscamos em 2005 uma orientação de especialistas nos Estados Unidos, que também estão iniciando o processo para melhorar a prevenção e o combate à doença”, disse o diretor-executivo da Cobb-Vantress no Brasil, Jairo Arenazio.

Nos Estados Unidos, o processo teve início em 2008 com as casas genéticas, como explicou Andrew Roher, ex-presidente do National Poultry Improvement Plan (NPIP), o Plano Nacional de Sanidade Avícola norte-americano. “É um processo muito novo para a indústria norte-americana, que exigiu muitas resoluções para que o governo pudesse apoiar”, explicou o especialista, que falou sobre o tema durante o seminário.

Para o gerente de exportações veterinárias da Cobb-Vantress, Alberto Torres, que apresentou uma reflexão sobre as implicações de mercado dos recentes surtos de Influenza Aviaria na Europa, Ásia e África, é preciso buscar as equivalências de padrão entre os países para promover a continuidade do comércio exterior. “Os países precisam reconsiderar políticas de comércio bilateral e buscar a regionalização e compartimentação, alternativas viáveis para evitar a interrupção das operações comerciais”, disse.

Para o titular da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, Fernando Buchala, “a CDA, por meio do Programa Estadual de Sanidade Avícola, está reforçando o planejamento operacional para possibilitar o aumento das atividades de vigilância sanitária e a atenção em relação às medidas para atender às suspeitas de casos de Influenza Aviária”.

O debate teve ainda a participação do vice-presidente de saúde animal do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), Fabiano Fiúza; do chefe de Divisão de Sanidade das Aves do Mapa, Bruno Pessamilio; e da diretora da Divisão de Doenças de Transmissão Respiratória da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Telma Carvalhanas.

O impacto da doença na avicultura industrial e familiar nos países asiáticos foi abordado por Marcelo Paniago, representante da empresa de saúde animal Ceva Ásia.

Abaixo, veja as imagens do evento:


Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!






NOTÍCIAS RELACIONADAS

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS











NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: