Edição 100
10 Anos
Revista do Avisite
Revista do Ovo
Encartes Especiais
Aplicativos
Notícias
Clippings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviGuia
AviSite
OvoSite
Links
Trabalhos Técnicos
Vídeos
Agenda
Cobertura
Legislação
Banco de Currículos
Classificados
Relatórios
Busca Avançada
Contato
Publicidades
Patrocinadores
Assine já
Domingo, 21/01/2018
Siga-nos:
Notícias Clippings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Pesquisador da Embrapa avalia interação da glicerina e a peletização




Campinas - SP, 27/11/2013 | 08:10

Fonte: AviSite | Autor: Redação

Estudos apontam que a glicerina é um alimento que pode ser utilizado como fonte energética em substituição ao milho em rações para frangos de corte. Como uma vantagem sobressalente aos demais, o ingrediente apresenta efeito umectante que pode melhorar o processo de peletização, a qualidade física e nutricional do pelete através da redução na quantidade de finos produzidos. Assim, Fernando Castro Tavernari, pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, conduziu projeto com o propósito de avaliar a interação entre o uso de glicerina bruta e a peletização na fabrica de ração no metabolismo e no desempenho de frangos de corte.

Para isso, foram desenvolvidos vários experimentos na fábrica de rações da Embrapa, localizada em Concórdia, SC, visando redução no consumo de energia elétrica pela peletizadora e melhora na qualidade do pelete. “Também realizamos ensaios de metabolismo com frangos de corte para determinar a energia metabolizável das rações e da glicerina bruta e a digestibilidade dos aminoácidos das rações, bem como os efeitos no desempenho animal”, afirma o pesquisador em entrevista para o AviSite. Os resultados mostraram que além de melhorar a qualidade do pelete, a inclusão da glicerina ajuda na redução da energia elétrica utilizada no processo.

A equipe que realizou o projeto foi composta pelos pesquisadores Gustavo de Lima e Dirceu L. Zanotto, os professores José Menten da ESALQ em Piracicaba, SP e Luiz Albino da Universidade Federal de Viçosa e alunos de graduação e pós-graduação que fazem estágio na Embrapa Suínos e Aves. Fernando, o autor principal, sente-se satisfeito com os resultados parciais coletados até o momento, no entanto, para ele, o tema requer mais pesquisas. “A peletização é realizada em grande parte das rações produzidas para frangos de corte, mas carece de pesquisas para melhor entendermos seus efeitos, bem como o uso de glicerina, um co-produto gerado a partir da produção do biocombustível que pode ser utilizado em substituição parcial do milho e que também auxilia no processo de peletização”. O autor também acredita que essa linha de pesquisa é de extrema relevância para a avicultura. “ A associação destes dois fatores (peletização e glicerina bruta) pode ser uma realidade no futuro com o aumento da produção de biocombustível no país”, finaliza.



Resultados mostraram que além de melhorar a qualidade do pelete, a inclusão da glicerina bruta (como na foto) ajuda na redução da energia elétrica utilizada no processo


Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!






NOTÍCIAS RELACIONADAS

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS











NOSSOS PARCEIROS
REVISTA ONLINE
Receba as melhores informações sobre avicultura por e-mail.
Nome:
E-mail: